segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

O Teatro Resiste!

Reproduzo a Nota, ainda que tardiamente, mais pelo manifesto que se faz necessário, contra a violência e a insegurança dos cidadãos, e sempre a favor da liberdade e da arte.

O Teatro Resiste!

Bortolotto Viverá!


O espaço público é do cidadão.

O Teatro não vai se intimidar com a violência, muito menos se submeter aos bandidos, aos que querem a escuridão nas ruas, aos querem que o povo fique em casa, acuado.

Mário Bortolotto é um símbolo de nossa Praça Roosevelt. Seu estado de saúde é grave, mas está resistindo e viverá

Vamos nos reunir no Espaço Parlapatões, hoje, dia 06/12 (domingo), às 21h, para mostrar o quanto queremos que nosso amigo se recupere completamente.

Nosso amigo Carcarah, também atingido, passa bem e está com a gente em pensamento pela recuperação do Bortolotto

Não apresentaremos a peça O Papa e a Bruxa, para que todo nosso elenco, artistas, produtores, técnicos e funcionários do teatro possam participar desse ato.

Chamamos os amigos, artistas, público, freqüentadores da praça, vizinhos, jornalistas e todos os que se dispõe a enfrentar a violência para vir a este encontro.

Vamos ler trechos de suas peças, seus poemas e vamos most rar que o nosso palco não está a serviço das tragédias reais, mas que faz dramas, comédias e tragédias para dar fôlego à sociedade para enfrentar suas mazelas.

Compareça! O Teatro resistirá mais uma vez.

Bortolotto viverá e escreverá muito mais de nossa história!

A praça é do povo, da cultura, da comunhão, da arte e da paz!



Espaço Parlapatões
Praça Franklin Roosevelt, 158
Tel.: (11) 3258 4449

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

O cinema como memória de regimes autoritários

Do blog Programa Livre

A partir de segunda-feira (dia 3), o Cinusp exibe a mostra Espectos em retrospecto: o cinema como memória de regimes autoritários. Todos os filmes exibidos têm como tema central a vida em estados sob o jugo de regimes ditatoriais, com o objetivo de apressar o acerto de contas com o passado autoritário do Brasil.
O Cinusp também receberá especialistas para duas sessões de debate sobre os filmes exibidos. Na terça-feira (4), às 19 horas, após sessão dupla com os filmes 15 Filhos e Sônia Viva e Morta, e na quarta-feira (5), após a exibição de Vala Comum e Trás Los Pasos de Antígona. O evento é organizado conjuntamente por Cinusp, Cine Olido (no qual será exibida parte da programação), Instituto de Estudos Sobre a Violência de Estado (IEV), e Núcleo de Estudos da Violência (NEV) da USP. A mostra pode ser conferida até domingo que vem, dia 9. A entrada na parte da mostra que ficará no Cinusp é gratuita. A programação completa do especial você encontra aqui. O Cinusp fica na Rua do Anfiteatro, 181, Colméia, Favo 04, dentro do campus Cidade Universitária da USP. Para mais informações, ligue 3091-3540.

terça-feira, 30 de junho de 2009

Tem preço, sim

Uma propaganda que me agrada assistir toda vez que passa é a do Mastercard. Ainda na linha da campanha "Não tem preço", o rapaz consegue conquistar o sogro representado por um urso. Agradável, cativante.
Mas assim que acaba o comercial, o Senhor W comenta:
"Pois é, o rapaz teve que gastar tudo isso para conquistar o sogro. Quem for pobre nunca vai poder fazer isso. Mas se for pobre com cartão de crédito, pode se endividar e tudo bem!"
Pois é, o Senhor N acabou com o encanto da propaganda!

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Novas regras para ônibus fretados

Em São Paulo, hoje saiu a notícia na imprensa de que a Prefeitura de São Paulo criou uma área de 70 quilômetros quadrados de restrição para a circulação dos ônibus fretados. A proibição terá um horário específico: de segunda-feira à sexta-feira, das 5 horas às 21 horas. Os usuários dos ônibus fretados terão que desembarcar em pontos fora da zona de restrição para integração com outros meios de transporte - ônibus, metrô, trens e linhas especiais.

Apesar da afirmação de que os usuários foram ouvidos e se mostraram favoráveis à medida, ficou uma impressão de que eles serão bem prejudicados.

Senhor W. resmunga ao meu lado:
"Isso é para favorecer as companhias de ônibus e o metrô/trens, que estão perdendo clientes para os fretados. Para os fretados que diferença faz? Vão cobrar o mesmo, nem vão dar desconto para os usuários. Mas os usuários terão que gastar mais e levar mais tempo para chegar ao trabalho. Foram favoráveis por que? Onde está essa pesquisa para eu ver?"

Não sei, vamos atrás.

sábado, 27 de junho de 2009

Quem é "o cara"

Recebi por e-mail de um amigo:

Lula não é o cara. Esse ai em baixo é o cara!!!!!

Odilon de Oliveira, de 56 anos, estende o colchonete no piso frio da sala, puxa o edredom e prepara-se para dormir ali mesmo, no chão, sob a vigilância de sete agentes federais fortemente armados. Oliveira é juiz federal em Ponta Porã, cidade de Mato Grosso do Sul na fronteira com o Paraguai e, jurado de morte pelo crime organizado, está morando no fórum da cidade. Só sai quando extremamente necessário, sob forte escolta. Em um ano, o juiz condenou 114 traficantes a penas, somadas, de 919 anos e 6 meses de cadeia, e ainda confiscou seus bens. Como os que pôs atrás das grades, ele perdeu a liberdade. 'A única diferença é que tenho a chave da minha prisão.'

Traficantes brasileiros que agem no Paraguai se dispõem a pagar US$ 300 mil para vê-lo morto. Desde junho do ano passado, quando o juiz assumiu a vara de Ponta Porã, porta de entrada da cocaína e da maconha distribuídas em grande parte do País, as organizações criminosas tiveram muitas baixas.Nos últimos 12 meses, sua vara foi a que mais condenou traficantes no País.

Oliveira confiscou ainda 12 fazendas, num total de 12.832 hectares, 3 mansões - uma, em Ponta Porã, avaliada em R$ 5,8 milhões - 3 apartamentos, 3 casas, dezenas de veículos e 3 aviões, tudo comprado com dinheiro das drogas. Por meio de telefonemas, cartas anônimas e avisos mandados por presos, Oliveira soube que estavam dispostos a comprar sua morte.
'Os agentes descobriram planos para me matar, inicialmente com oferta de US$100 mil.' No dia 26 de junho, o jornal paraguaio Lá Nación informou que a cotação do juiz no mercado do crime encomendado havia subido para US$ 300 mil. 'Estou valorizado', brincou. Ele recebeu um carro com blindagem para tiros de fuzil AR-15 e passou a andar escoltado.
Para preservar a família, mudou-se para o quartel do Exército e em seguida para um hotel. Há duas semanas, decidiu transformar o prédio do Fórum Federal em casa. 'No hotel, a escolta chamava muito a atenção e dava despesa para a PF.' É o único caso de juiz que vive confinado no Brasil. A sala de despachos de Oliveira virou quarto de dormir. No armário de madeira, antes abarrotado de processos, estão colchonete, roupas de cama e objetos de uso pessoal. O banheiro privativo ganhou chuveiro. A família - mulher, filho e duas filhas, que ia mudar para Ponta Porã, teve de continuar em Campo Grande. O juiz só vai para casa a cada 15 dias, com seguranças. Oliveira teve de abrir mão dos restaurantes e almoça um marmitex, comprado em locais estratégicos, porque o juiz já foi ameaçado de envenenamento. O jantar é feito ali mesmo. Entre um processo e outro, toma um suco ou come uma fruta. 'Sozinho, não me arrisco a sair nem na calçada.'

Uma sala de audiências virou dormitório, com três beliches e televisão. Quando o juiz precisa cortar o cabelo, veste colete à prova de bala e sai com a escolta. 'Estou aqui há um ano e nem conheço a cidade.' Na última ida a um shopping, foi abordado por um traficante. Os agentes tiveram de intervir. Hora extra. Azar do tráfico que o juiz tenha de ficar recluso. Acostumado a deitar cedo e levantar de madrugada, ele preenche o tempo com trabalho. De seu 'bunker', auxiliado por funcionários que trabalham até alta noite, vai disparando sentenças. Como a que condenou o mega traficante Erineu Domingos Soligo, o Pingo, a 26 anos e 4 meses de reclusão, mais multa de R$ 285 mil e o confisco de R$ 2,4 milhões resultantes de lavagem de dinheiro, além da perda de duas fazendas, dois terrenos e todo o gado. Carlos Pavão Espíndola foi condenado a 10 anos de prisão e multa de R$ 28,6 mil. Os irmãos , condenados respectivamente a 21 anos de reclusão e multa de R$78,5 mil e 16 anos de reclusão, mais multa de R$56 mil, perderam três fazendas. O mega traficante Carlos Alberto da Silva Duro pegou 11 anos, multa de R$82,3 mil e perdeu R$ 733 mil, três terrenos e uma caminhonete. Aldo José Marques Brandão pegou 27 anos, mais multa de R$ 272 mil, e teve confiscados R$ 875 mil e uma fazenda.

Doze réus foram extraditados do Paraguai a pedido do juiz, inclusive o 'rei da soja' no país vizinho, Odacir Antonio Dametto, e Sandro Mendonça do Nascimento, braço direito do traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar. 'As autoridades paraguaias passaram a colaborar porque estão vendo os criminosos serem condenados.' O juiz não se intimida com as ameaças e não se rende a apelos da família, que quer vê-lo longe desse barril de pólvora. Ele é titular de uma vara em Campo Grande e poderia ser transferido, mas acha 'dever de ofício' enfrentar o narcotráfico. 'Quem traz mais danos à sociedade é mega traficante. Não posso ignorar isso e prender só mulas (pequenos traficantes) em troca de dormir tranqüilo e andar sem segurança.'

ESTE MERECE NOSSOS APLAUSOS!
POR ACASO A MÍDIA NOTICIOU ESSA BRAVURA QUE O BRASIL PRECISA SABER?

Errinhos

Desculpe. É assustador...

Pelo menos a Folha possibilita comunicar erros.

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Posts favoritos do Twitter

Estes são até o momento os posts favoritos de quem eu sigo no Twitter:

  • O problema do Brasil é a falta de blogueiros iranianos (amiga B)
  • Acreditar ou não na veracidade do meu "eu twitter" é como uma escolha artística. É preferir o surrealismo ao realismo. (Wagner Moura)
  • Essa coisa de ficar longe do Twitter por mais de 24 horas provoca culpa e náuseas. Será crise de abstinência? (amiga B)
  • Há de ter asas quem ama o abismo (amigo B)
  • Me perguntando o porquê dessa febre toda em torno dessa coisa chata que é o twitter.... (amiga D)
  • Fundindo a cabeça a pensar em indústria cultural e mass media ao ver q a repercussão de Wagner Moura está sendo 3 x maior que a de Hamlet (Wagner Moura)
  • Confesso que não tenho a mínima vontade de dizer o que estou comendo ou informá-los que estou com sono ou qual programa de TV estou vendo... (amigo E)
  • Minha gente, que que é isso? Fico um tempo sumido e tem mais de 1.800 lendo o que eu escrevo. Isso lotaria quantos Municipais? (Wagner Moura)

Dados mais atuais sobre a pandemia de gripe no Brasil

Direto da fonte (site do Ministério da Saúde):

quarta-feira, 17 de junho de 2009

O dia 17/06/09 na história

Fato impressionante do dia:

"Por 8 votos a 1, os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiram na sessão desta quarta-feira (17) que o diploma de jornalismo não é obrigatório para exercer a profissão. " (UOL)

Após 40 anos de obrigatoriedade do diploma, a profissão deixa de ser regulamentada. Pode ser exercida por qualquer um em nome da livre expressão. Assim como em outras atividades, o destino não será as empresas jornalísticas preferirem contratar pessoas não formadas para
pagar menos (sem teto salarial estabelecido para a categoria)?

Fato triste do dia:

"Palmeiras perde gols demais no Uruguai e deixa a Libertadores" (Globo.com)

A torcida pediu a saída de Luxemburgo, mas Beluzzo disse não. Sem comentários.

O avanço da gripe A ("gripe suína") no Brasil

Na falta de poder consultar uma fonte que consolidasse a evolução da gripe A H1N1 - que boa parte da mídia continua a chamar de gripe suína, apesar da nova denominação adotada pela OMS (Organização Mundial da Saúde) - resolvi fazer eu mesma uma compilação de dados.
Consultando os principais portais de internet e vendo a inconstância e inconsistência de informações, fui também à fonte oficial dos informes do Ministério da Saúde.

O quadro atual no Brasil é o seguinte:



29/Abr 08/Mai 21/Mai 28/Mai 05/Jun 09/Jun 11/Jun 12/Jun 13/Jun 14/Jun 15/Jun 16/Jun 17/Jun
SP 0 2 3 6 13 17 20 20 23 23 27 27 34
SC 0 0 1 2 5 6 10 10 10 17 17 19 24
MG 0 1 1 1 1 1 4 5 5 9 9 11 14
RJ 0 1 3 4 7 9 10 10 10 10 10 11 13
TO 0 0 0 0 2 3 4 4 4 4 4 4 4
DF 0 0 0 0 0 1 1 1 2 2 3 3 3
MT 0 0 0 0 2 2 2 2 2 2 2 2 2
BA 0 0 0 0 0 0 0 1 1 1 1 1 1
RS 0 0 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1
TOTAL 0 4 9 14 31 40 52 54 58 69 74 79 96














MORTES 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
SUSPEITOS 36 30 14 20 42 49 55 70 73 68 79 96 80
DESCARTADOS 0 113 288 322 405 425 446 454 462 466 480 490 510

HISTÓRICO

A atual pandemia é a primeira em 41 anos. Segundo a Folha Online, de 11/06/09:

No século 20, ocorreram três pandemias no mundo. A primeira surgiu em 1918, e ficou conhecida como gripe espanhola. Ela é apontada como a mais devastadora de todos os tempos. Historiadores estimam que o vírus matou entre 20 milhões e 100 milhões de pessoas em diversos países do mundo. Também conhecida como peste pneumônica, a doença teve o primeiro caso foi confirmado em março daquele ano nos Estados Unidos. No mês seguinte, tropas francesas, britânicas e americanas localizadas na França desenvolveram sintomas do problema. Em maio, o vírus havia avançado para Grécia, Espanha e Portugal. Em agosto, a população da Suécia e dos Países Baixos foi afetada. A gripe espanhola também chegou ao Oriente, a países como a China e a Índia.
Em 1957, surgiu a gripe conhecida como asiática. As primeiras vítimas do vírus H2N2 foram confirmadas na China. Em apenas dois meses, a doença havia se espalhado para todo o Oriente, seguindo depois para África, Europa e América. Em dez meses, todas as regiões do planeta registravam casos da doença. O nível de pandemia foi atingido rapidamente por causa, entre outros fatores, da rapidez das viagens internacionais. Segundo a OMS, essa gripe, que pode ter contaminado até 80% da população mundial, fez 2 milhões de vítimas.
A última pandemia do século 20 ficou conhecida como Gripe de Hong Kong, porque surgiu no país asiático no ano de 1968, causada por uma nova variação do vírus Influenza A. Embora a gripe tenha demorado para atingir outras regiões do planeta, aproximadamente meio milhão de pessoas morreu. O número é bem menor do que a pandemia anterior, graças ao rápido isolamento das vítimas e à evolução dos antibióticos. A pandemia de gripe suína é a primeira do século 21. No entanto, nesta década, algumas doenças assustaram o mundo, mas não passaram do nível de alerta. Entre elas estão a Sras (síndrome respiratória aguda grave), em 2003, e a gripe aviária (H5N1), cujo surto ocorreu em 2005.
"

CRONOLOGIA
  • 29/04 – OMS elevou o nível de alerta de pandemia de gripe de 4 para 5
  • 30/04 – OMS rebatiza a gripe suína para “gripe A (H1N1)”
  • 06/05 – México (822 /29 mortos); EUA (403 casos / 1 morto); Canadá (165 casos / 0 mortos)
  • 18/05 – Vírus da nova gripe no Brasil é similar geneticamente ao que circula no exterior
  • 05/06 – México (5563 /103 mortos); Canadá (1795 casos / 3 mortos); EUA (1105 casos / 17 mortos);
  • 11/06 – OMS decide elevar do nível 5 para 6, o máximo na escala de alerta de pandemias. O termo tem relação apenas com a ampla distribuição geográfica do vírus, e não com a sua periculosidade.
  • 12/06 – Novartis anuncia a primeira vacina contra a gripe suína. A OMS registra que ao menos 29.669 pessoas, de 74 países, já contraíram gripe suína.
  • 16/06 – EUA (17.855 casos / 45 mortos); México (6.241 /108 mortos); Canadá (2978 casos / 4 mortos); Chile (1694 casos / 2 mortos)
  • 16/06 – OMS divulga balanço de 35.928 casos e 163 mortes, tendo atingido 82 países. O Instituto Adolfo Lutz, de SP, anunciou detecção de mutação do vírus em São Paulo após isolamento e sequenciamento.
  • 17/06 - O laboratório farmacêutico francês Sanofi Aventis anunciou nesta quarta-feira que irá doar 100 milhões de doses da vacina contra a gripe suína. A Novartis (suíça) disse que não vai distribuir a vacina gratuitamente aos países mais pobres. A OMS apela para a "solidariedade" da indústria farmacêutica. Total de 39.017 casos e 172 mortes no mundo.
NOTA:
A letalidade em casos confirmados laboratorialmente é de: no mundo 0,44%, Colômbia 2,22%, México 1,70%, Guatemala 0,84%, República Dominicana 1,07%, Costa Rica 0,67%, Estados Unidos 0,25%, Canadá 0,20%, Argentina 0,54%, Chile 0,09% e Reino Unido (Escócia) 0,07%.

Leia mais:
Influenza A (H1N1): Perguntas e Respostas no site do Ministério da Saúde
Recomendações do Ministério aos viajantes que se destinam aos países afetados
Recomendações do Ministério aos viajantes procedentes de países afetados

Plano de Contigência Brasileiro para uma possível Pandemia

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Também no Shopping UOL


Também no UOL deparei-me com um erro cometido por uma pessoa desatenta: não quero comprar uma "potrona", pois não sei o que é.
Empregos aos revisores novamente... rsrsrs.

sexta-feira, 8 de maio de 2009

Notícia em letras minúsculas


Alguma coisa justifica escrever nomes de cidades e países em letras minúsculas num grande portal?
Nem a pressa, nem a urgência de noticiar os quatro casos reconhecidos da gripe A no Brasil...

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Erro voador no Globo.com


Não sei onde Vampeta "pousou" nu, em que cidade, de avião ou helicóptero...rs.

Mas ouvi falar que ele "posou" nu para a revista G Magazine.

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Ato Público sendo chamado

Circulando pela Internet:

"A Internet é uma rede de comunicação aberta e livre. Nela, podemos criar conteúdos, formatos e tecnologias sem a necessidade de autorização de nenhum governo ou corporação. A Internet democratizou o acesso a informação e tem assegurado práticas colaborativas extremamente importantes para a diversidade cultural. A Internet é a maior expressão da era da informação.

A Internet reduziu as barreiras de entrada para se comunicar, para se disseminar mensagens. E isto incomoda grandes grupos econômicos e de intermediários da cultura. Por isso, se juntam para retirar da Internet as possibilidades de livre criação e de compartilhamento de bens culturais de de conhecimento.

Um projeto de lei do governo conservador de Sarkozi tentou bloquear as redes P2P na França e tornar suspeitos de prática criminosa todos os seus usuários. O projeto foi derrotado.

No Brasil, um projeto substitutivo sobre crimes na Internet aprovado e defendido pelo Senador Azeredo está para ser votado na Câmara de Deputados. Seu objetivo é criminalizar práticas cotidianas na Internet, tornar suspeitas as redes P2P, impedir a existência de redes abertas, reforçar o DRM que impedirá o livre uso de aparelhos digitais. Entre outros absurdos, o projeto quer transformar os provedores de acesso em uma espécie de polícia privada. O projeto coloca em risco a privacidade dos internautas e, se aprovado, elevará o já elavado custo de
comunicação no Brasil.

Gostaríamos de convidá-lo a participar do ato público que será realizado no dia 14 de maio, às 19h30, em defesa da

LIBERDADE NA INTERNET
CONTRA O VIGILANTISMO NA COMUNICAÇÃO EM REDE
CONTRA O PROJETO DE LEI SUBSTITUTIVO DO SENADOR AZEREDO

O Ato será na Assembléia Legislativa de São Paulo e será transmitido em streaming para todo o país pela web.

PLENÁRIO FRANCO MONTORO
ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DE SÃO PAULO
AV PEDRO ALVARES CABRAL S/N - IBIRAPUERA

O Ato também terá cobertura em tempo real pelo Twitter e pelo Facebook.

Contamos com a sua presença.

Comitê Organizador"

quinta-feira, 30 de abril de 2009

Children of men x gripe suína


A trama do filme "Children of men" (Filhos da Esperança, 2006) ocorre em 2027 e fala numa pandemia de gripe ocorrida em 2008. Só erraram por 1 ano!

Em tempo: Alfonso Cuarón, diretor e um dos roteiristas do filme "Children of men" é mexicano!!!

terça-feira, 28 de abril de 2009

Twitter: agora e de agora em diante


No ano passado abri uma conta no Twitter, com disposição de experimentar esse veículo do qual a mídia começava a falar. A correria do fim de ano não me deixou escrever quase nada, só um texto antecipando a proximidade de minha cirurgia de miopia.
Agora, com o incentivo do convite de um amigo para seguí-lo no Twitter, além de atender seu pedido, comecei a escrever e a ter seguidores.
A cada dia uns 3 textos e 1 seguidor a mais...

Além de nossos 140 envolventes caracteres, há várias coisas interessantes acontecendo que envolvem o Twitter. Para listar algumas:
  • O Twitter ajudou a tirar um estudante da prisão no Egito, preso fotografando uma manifestação. Ele reagiu rapidamente enviando a palavra "preso" para o Twitter pelo celular.
  • Um autor brasileiro adaptará o livro “Santos Dumont número 8” para o Twitter. A narrativa será fragmentada através de 7 perfis fictícios. Um novo neologismo surge: a twitterização.
  • Após atacar o Twitter, um kacker de 17 anos ganhou um emprego no site, na área de segurança de uma empresa que desenvolve aplicativos.

Erro em anúncio de curso de inglês





A proposta para aprender inglês é atraente, mas isso não significa que a língua portuguesa tenha que ser desprezada.
O anúncio do EnglishTown.com cometeu esse pecado, mas espero que já tenham corrigido.

terça-feira, 14 de abril de 2009

Outra vez no Globo.com




Uma notícia que desperta nossa atenção para vermos indianos reais (não os da novela) .
Mas o exótico erro de digitação também chamou a atenção.
Não é perseguição. É justamente por ler assiduamente o portal que reparo nas falhas.

domingo, 5 de abril de 2009

Mais um erro no Globo.com




" 'Homem no lixo' vira caso de assédio moram em SP".
A chamada de uma das notícias mais lidas no Globo.com traz a palavra "moram" no lugar de "moral".
Eu teria avisado se houvesse um link para reportar erros.

sexta-feira, 3 de abril de 2009

Erro no Globo.com


Volta e meia vejo um erro de ortografia, concordância ou digitação na Internet.
Lembro de um amigo que era jornalista revisor e de como sua área tornou-se difícil em relação à empregabilidade.
Enquanto isso, os erros são cotidianos.
Nos grandes portais o erro não costuma durar muito. A interatividade com os internautas às vezes os faz incluir um link para reportar erros.
No Globo.com não há esse link.

No dia 02/04/09 a home mostrava a chamada "Arquivos da ditadura será divulgados na internet, diz Dilma".

quinta-feira, 19 de março de 2009

Trilha sonora das 8

Depois reclamam da falta de empatia do público com o casal Maya e Bahuan!
Depois reclamam que não há química.
Só hoje a música tema do casal tocou umas 3 ou 4 vezes, porque era a véspera do casamento de Maya com Raj.
"Onde você estiver, não se esqueça de mim..."
Eu admiro Nana Caymmi, que inclusive não tem culpa da música dela ter sido escolhida, mas como trilha sonora seria mais apropriada para o casal que não chegou a se casar, Cadore e Cidinha, os adoráveis Elias Gleizer e Eva Todor! Ou para o futuro amor proibido de Opash e Chiara, que por enquanto só apareceu nas revistas de tv.
Cadê a inspiração do Mariozinho Rocha? Em épocas passadas ele costumava acertar mais na mosca.

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Como salvar as novelas da Globo?

O colunista do UOl, Ricardo Feltrin, publicou hoje que a Rede Globo está convidando jornalistas, publicitários, pedagogos e psicólogos para tentar descobrir formas de cativar os telespectadores que vêm se afastando cada vez mais de suas novelas.
Grupos de pesquisa com donas de casa ajudam a detectar personagens que não estão agradando e dificuldades de entendimento das tramas, por exemplo.

Creio que há outras formas de mensurar as razões dos fracassos de audiência.
Lendo alguns blogs, por exemplo, vi inúmeros comentários questionando a exposição da cultura indiana ("Caminho das Índias"), em vez da cultura nacional que tem uma riqueza regional ainda inexplorada, a não ser de forma estereotipada.

Alguns exemplos que os irritam e que acho que a Globo tenta ignorar:
  • semelhanças com a trama de O Clone, criando quase uma ponte aérea Rio-Marrocos (agora Rio-Dubai-Índia);
  • a novela vai abordar o casamento infantil - dizem que a prática já é proibida na Índia há 10 anos (mas o sistema de castas também foi retirado da Constituição, mas persiste na prática);
  • atores fazendo os mesmos papéis, sem nenhuma variação de interpretação (citam Vera Fischer e Caco Ciocler)
Outros exemplos que me irritam particularmente:
  • a personagem Duda é muito burra - namorando há 2 anos com Raj, ia casar-se com ele, mas não sabe nada da cultura dele. O risco do impedimento de casar com uma estrangeira não passava pela cabeça de nenhum dos dois? A prática dos pais escolherem a noiva e o noivo só conhecê-la depois não era do conhecimento dela.
  • a novela insiste em mostrar costumes indianos como superstições, causando uma impressão negativa no público. É exagerado que em quase toda cena apresentem algum costume dessa forma. Foram até tema de reportagem do Vídeo Show. Na prática, do ponto de vista antropológico, é um reforço do etnocentrismo ocidental. Todas as culturas possuem algum tipo de superstição. No entanto, as crenças tem que ser entendidas dentro do seu contexto. Mesmo se a autora da novela não teve essa intenção, é o que a edição da novela e a emissora tem transmitido.

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Sensacionalismo inglês

Uma adolescente de 15 anos teve um bebê. O pai é o namorado de 13 anos.

A única explicação para que essa notícia veiculada por um tabloide inglês (The Sun) mostrando um casal de adolescentes que teve um filho repercuta no Brasil é que:
  • embora no Brasil seja comum mães adolescentes, esse fenômeno tem crescido na Inglaterra mas ainda é recente;
  • nem sempre os pais da criança têm a mesma idade - nesse caso o garoto é mais novo e aparenta ser mais novo ainda;
  • a ingenuidade das respostas e dúvidas do garoto chama a atenção e reflete uma desinformação e falta de maturidade que os adolescentes brasileiros da mesma idade não têm.
O governo inglês manifestou-se dizendo que o fato é um sinal de decadência social.
O Brasil passa por isso há décadas.

Agora o órgão regulador da imprensa britânica investigará se houve quebra de ética na divulgação da estória.

Produtos ecológicos

Imagine você ter um notebook revestido de bambu e uma impressora que usa borra de café em vez de cartucho de tinta industrial...
Vi em notícias separadas no blog Empresa Verde e em momentos distintos.

O Notebook:
Deve começar a ser comercializado no Brasil em 2009. A invenção é da empresa de informática Asus, de Taiwan. Chamado de Eco Boook, o notebook “ecológico” teria como atrativo ser “verdadeiramente verde” - desde a sua concepção até a produção e o descarte.

A Impressora:
Desenvolvida pelo coreano Jeon Hwan Ju, "a máquina dispensa o uso de tintas e cartuchos cheios de produtos químicos e imprime suas imagens e textos usando borra de café ou chá." Foi batizada de RITI Coffee. Resta saber se ler um texto com cheiro de café agradará a todos.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Cronologia do nosso tempo (10)

Foto do site Yahoo
Dia 12/02/09
  • A empresa japonesa de eletrônica Pioneer anunciou que cortará 10 mil empregos no mundo todo. Outras empresas já anunciaram seus cortes: Sony (16 mil), NEC (20 mil) e Nissan (20 mil).
  • Renault anuncia 9 mil demissões, sendo metade na França.
  • Nike pode demitir mais de 1,4 mil funcionários para cortar despesas, apesar do aumento de 9% no lucro líquido no último trimestre.
  • No Brasil a Oi eliminou 400 posições gerenciais após fusão com a Brasil Telecom.
  • A CUT realizou dia nacional de lutas em todo o país.

Cronologia do nosso tempo (9)

11 a 12/02/09

  • Efeito da crise sobre economia ainda está por vir, diz FMI.
  • América Latina levará até 3 anos para superar crise, diz BID.
  • A montadora americana General Motors abriu plano de demissões voluntárias visando reduzir 10 mil de seus 62 mil empregados. Em 2006 um plano similiar atingiu resultados acima do esperado: 30 mil demitidos.
  • Ao mesmo tempo no Brasil a Justiça manda GM indenizar 802 rabalhadores temporários demitidos da fábrica de São José dos Campos (SP).
  • Metalúrgicos do ABC também vão às ruas protestar contra demissões: protesto é chamado de 'Querem lucrar com a crise. A classe trabalhadora não vai pagar esta conta'.
  • Crise global reduz empregos em indústrias de Pernambuco: a Fricon - segunda maior fabricante nacional de freezers - já demitiu 144 empregados. O saldo no setor é de 450 desempregados.
  • Só no mês de dezembro, segundo dados do Dieese, foram demitidos em todo o país 655 mil trabalhadores.

Gente vendendo gente

  • Tráfico de pessoas movimenta até US$ 9 bi por ano, diz ONU (site Terra)
  • Brasil teve quase 22 mil casos de trabalho escravo em 5 anos, diz ONU (site G1)
Dois enfoques a partir do mesmo relatório divulgado hoje pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC, na sigla em inglês). O estudo sobre tráfico humano e trabalho escravo no mundo revela números impressionantes para o século XXI.
Depois do tráfico de drogas, o tráfico humano representa o 3° lugar na economia no mundo do crime, após o tráfico de armas.
Os pesquisadores admitem que essa é apenas a ponta de um iceberg, uma vez que muitos casos podem não ser conhecidos e a tendência é a crise econômica global potencializar a vitimização de seres humanos.
A exploração sexual é a maior motivação (79%, atingindo mais mulheres e meninas), seguida pelo trabalho forçado (18%). No trabalho forçado as crianças são 20% das vítimas.
Segundo a coordenação do estudo, os governos não reconhecem os fatos ou negligenciam o combate. Comparado ao combate ao narcotráfico, os esforços são bem inferiores.

Enquanto trabalha-se na elaboração de um código de conduta para o setor privado, para tentar assegurar que não é utilizado o tráfico de mão-de-obra em nenhum elo da cadeia produtiva, há outros fatores que continuam colaborando para que a situação permaneça ou piore:
  • multinacionais migram para países em que a regulamentação trabalhista é precária, e quando há algumas conquistas de direitos sociais, migram novamente para outros países;
  • a defesa do trabalho desregulamentado pelos que argumentam que isso gerará mais empregos contribui para ocultar a exploração de trabalho clandestino e a semi-escravidão;
  • o avanço na redução das taxas de emprego impõe a necessidade de aceitar o trabalho sob condições precárias.
Diante de tudo isso não dá para ter otimismo. Mas divulgar dados como esses - ainda que ainda sejam poucos e superficiais, de acordo com a própria ONU - ajuda a conscientizar o mundo sobre essa realidade oculta.

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Bola de neve


Há alguns dias uma amiga me perguntou se a crise econômica internacional me afetaria diretamente. Eu disse a ela que uma das primeiras áreas em que as empresas costumam cortar verbas é a área de marketing. Por conseguinte, os departamentos de marketing economizam na contratação de pesquisas de mercado.
Se a verba é cortada na matriz internacional, a repercussão do corte será maior ainda no mercado nacional.
Mas é uma bola de neve da qual é impossível qualquer um, em qualquer área, escapar.

"7% dos anunciantes americanos pretendem reduzir seus orçamentos de marketing em função da crise econômica. É o que diz uma pesquisa realizada pela Association of National Advertisers. Indica ainda que 68% dos anunciantes planejam 'desafiar' suas agências a reduzir despesas internas ou outros custos. E 48% estão estudando neste momento como reduzir a remuneração de suas agências." Saiu no Blue Blus hoje.

Cronologia do nosso tempo (8)

09 a 10/02/09
  • Demissão afeta um terço dos lares em SP: pesquisa Datafolha realizada entre os dias 3 e 4 de fevereiro revela que ao menos um trabalhador perdeu o emprego em 31% das casas nos últimos seis meses. O Datafolha revela ainda que o desemprego atingiu com mais força as casas das famílias de menor renda. Dos que pertencem às classes D e E, 40% dizem que alguém no lar perdeu o trabalho há até seis meses.
  • Diferentes setores ampliam concessão de férias coletivas: 8.990 funcionários da empresa Carambeí (setor de abate de frango) em quatro estados do país.
  • Acordos coletivos para evitar demissões já reduziram a carga horária e os salários de pelo menos 7 mil trabalhadores no Rio Grande do Sul. Três empresas convenceram os trabalhadores da necessidade da medida: GKN, Randon e MWM International.
  • Nissan prevê demitir 20 mil no mundo.
  • Acordos prevendo flexibilização já atingem cerca de 40.600 trabalhadores do setor metalúrgico no Estado de São Paulo, funcionários de 66 empresas. Outras 604 metalúrgicas paulistas -que empregam cerca de 167,9 mil pessoas- procuraram os sindicatos pedindo a abertura de negociações visando flexibilização.
  • Pelo menos 11 faculdades privadas do DF atrasam salários de docentes. Pelo menos 2,5 mil docentes estão prejudicados com a situação. Alguns não receberam os salários de novembro, dezembro, 13º e adiantamento relativo a férias.
  • Ford dá férias coletivas para 800 trabalhadores em São Bernardo do Campo a partir de 19 de fevereiro.

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Cronologia do nosso tempo (7)

05 a 08/02/09
  • Demissões nos Estados Unidos atingem maior nível em 7 anos. As empresas norte-americanas anunciaram 241.749 demissões em janeiro.
  • A crise já teria tirado o trabalho de 2,9 milhões de pessoas na América Latina.
  • A Perdigão também anunciou férias coletivas em Dourados (220 km de Campo Grande, MS). Serão 1.520 trabalhadores da unidade de produção de aves e ração.
  • Acordo revê 502 demissões da John Deere, fábrica de colheitadeiras do Rio Grande do Sul. Desde outubro, a dos Federação dos Metalúrgicos já contabilizou 3.313 dispensas de trabalhadores da categoria.
  • Ford dá férias a 800 e paralisa unidade de caminhões em São Bernardo do Campo (SP). Outras montadoras de caminhões já anunciaram férias coletivas. Na Mercedes-Benz, por exemplo, a parada atinge 7.000 funcionários. Ao todo contando com a Volkswagen, 11,3 mil funcionários ficarão em casa.
  • Fabricantes de autopeças demitem cerca de 3.700.
  • GM pode demitir 5 mil funcionários nos EUA.

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Cronologia do nosso tempo (6)

04/02/09
  • Perdigão dá férias coletivas de 30 dias a 2,8 mil em Porto Alegre e Lajeado (RS).
  • A Iveco, fabricante de caminhões do grupo Fiat em Sete Lagoas (MG), dá férias coletivas pela 3ª vez desde dezembro.
  • Em Sorocaba, a ZF do Brasil, do setor de autopeças, confirmou a demissão de 236 empregados, somando-se aos 70 já dispensados em janeiro.
  • Desemprego na Espanha sobe 47% em 1 ano e atinge 3,3 milhões. O número de desempregados estrangeiros no país aumentou 86,74%.
  • Em São José dos Campos (SP), cerca de 1.000 trabalhadores rejeitaram a proposta da Associação dos Empresários do Chácaras Reunidas (Assecre) de redução de jornada e salários em até 25%.
  • A Petroquímica Quattor, no ABC, demitiu 63 trabalhadores.

Cronologia do nosso tempo (5)

31/01 a 03/02/09
  • Corte de vagas afeta mais mulheres, jovens e negros: nas grandes metrópoles do Brasil, em tempos de crise, os maiores prejudicados com o desemprego são do sexo feminino, pretos ou pardos, jovens e com pelo menos o ensino médio completo, segundo dados da PME (Pesquisa Mensal de Emprego) levantados pelo IBGE.
  • Pesquisa do Sindicato da Micro e Pequena Indústria do Estado de São Paulo (Simpi) realizada entre os dias 12 e 15 de janeiro já mostrou que cada empresa do setor demitiu em média 2,5 trabalhadores no último trimestre do ano e ainda pretende dispensar 3 empregados nos próximos meses em função dos impactos da crise financeira internacional. O Simpi representa cerca de 200 mil empresas e emprega 1 milhão de trabalhadores.
  • Somente em dezembro, 8.620 postos formais de trabalho foram fechados na região do Grande ABC. Os setores que mais encerraram vagas foram: indústria (4.699) - puxada pela cadeia automobilística; serviços (2.484), construção civil (870) e comércio (714).
  • Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (Sinduscon-SP): demissão em dezembro supera sazonalidade. 25% dos 87,4 mil empregos perdidos em dezembro não deveu-se a fatores sazonais, como período de chuvas e de férias. Dos 21,7 mil postos de trabalho fechados em novembro, 15% não resultaram da sazonalidade.
  • Crise leva ao corte de 20 mil na produção de frutas no Nordeste. Um exemplo: na empresa Logus Butiá, produtora e exportadora de uvas em Petrolina (a 790 km de Recife), quase todos os empregados foram demitidos. Dos 300 funcionários, restaram 50.
  • Flexibilização de direitos trabalhistas pode agravar crise, alerta magistrado. O juiz do trabalho e professor da Universidade de São Paulo Jorge Luiz Souto Maior alerta sobre os riscos desse tipo de negociação. O professor lembrou ainda que a simples existência de uma crise não justifica o sacrifício dos trabalhadores. É preciso que a empresa comprove a dificuldade econômica.

Opinião dos indianos


Ainda não repercutiu na imprensa o que os indianos (principalmente os que moram no Brasil) estão achando da novela "Caminho das Índias".
As novelas anteriores de Gloria Perez causaram reação nas comunidades cuja cultura foi mostrada em suas tramas, por exemplo, entre os ciganos e os marroquinos.

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Cronologia do nosso tempo (4)

Dia 30/01/09:
  • No ABC mais acordos com corte salarial. Total de 3,6 mil trabalhadores da MWM e da Sabó terão jornada menor. A Central Única dos Trabalhadores (CUT) não participou da negociação por ser contrária a cortes de salários. A legislação só permite as alterações no contrato em casos específicos de empresas que comprovem problemas financeiros. Não podem ser generalizadas a todo um setor.
  • Empresas americanas, europeias e japonesas anunciaram mais de 25 mil demissões ao longo dos próximos meses. A crise também afeta o setor exportador da Índia, que só em dezembro demitiu 1 milhão de trabalhadores, segundo o governo daquele país.

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Cronologia do nosso tempo (3)

Dia 29/01/09
  • Demissão em massa nas metalúrgicas de Joinville: 113 funcionários da Tupy, 180 na metalúrgica Duque. É só o começo.
  • Dirigentes da Força Sindical e da Central Única dos Trabalhadores (CUT) comemoram (!) o primeiro acordo do gênero a ser fechado no país durante a atual crise financeira global: "O acordo vale por 90 dias e prevê uma redução de salários de 15%. Em troca, os funcionários ganham a garantia de que seus empregos serão preservados pela diretoria da empresa por 135 dias - quatro meses e meio." É o começo do fim.
  • Por causa da crise financeira, a Vale já demitiu 1.300 pessoas e deu férias coletivas de um mês para 5.500 funcionários. Sete sindicatos já aceitaram licença com meio salário proposta pela Vale.
  • Trabalhadores do Polo Industrial de Camaçari protestaram contra demissões.

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Cronologia do nosso tempo (2)

Dia 28/01/09

  • Crise pode gerar 50 milhões de desempregados no mundo em 2009, aponta OIT. "As empresas pararam de contratar e estão demitindo trabalhadores em números significativos". "A crise pode ainda fazer com que 200 milhões de trabalhadores sejam levados para abaixo da linha da pobreza, principalmente nos países em desenvolvimento."
  • O Banco PanAmericano, braço financeiro do Grupo Silvio Santos, demitiu 370 funcionários e decidiu terceirizar outros 867 empregados.
  • "Aprovado em São Paulo o primeiro acordo para redução de jornada de trabalho e salário pelo sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi. Os trabalhadores aceitaram uma jornada com um dia a menos na semana e terem o salário reduzido em 15%. O acordo vale por 90 dias. Em troca, quando voltarem às atividades, os empregados terão estabilidade de três meses." E houve sindicalista que comemorou o sacrifício dos trabalhadores como um avanço.

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Cronologia do nosso tempo

Dia 26/01/09
  • Uma segunda-feira de demissões: dia teve 76 mil cortes ao redor do mundo; indústria paulista dispensou 130 mil em dezembro (O Globo)
  • Multinacionais anunciam corte de mais de 70 mil em um só dia (Folha de S. Paulo)
  • Fábricas paulistas perderam sete mil vagas em 2008. Em dezembro 130 mil vagas foram fechadas, maior nível em 14 anos. (Jornal Nacional)
  • Caterpillar já demitiu 380 pessoas no país, negocia redução de jornada e já concedeu férias coletivas.
  • A Volkswagen Caminhões vai conceder novas férias coletivas a 3,5 mil funcionários.
O mundo se assustou com a rapidez das demissões em massa.

Dia 27/01/09
  • BSH Continental demite 200 em Hortolândia (SP)
  • Mais de 10 mil trabalhadores fazem ato contra demissões e redução de salários em Sorocaba. A indústria de eletroeletrônicos Flextronics, somente em dezembro de 2008 demitiu 2,4 mil trabalhadores.
  • No Grande ABC, a indústria demitiu em dezembro 5.349 trabalhadores apenas nos municípios de São Bernardo, Santo André, São Caetano e Diadema, incluindo os registrados em carteira, temporários e estagiários.
  • Santander e Real vão integrar agências em março. Futuro = demissões.
  • Clientes do Itaú e Unibanco podem sacar em qualquer agência. Futuro = demissões.

Desemprego atingirá 2,4 milhões na América Latina

A previsão é da Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Entre outras conclusões o relatório
Panorama Laboral aponta que:

- As mulheres continuam sendo mais afetadas pelo desemprego que os homens. A taxa de desemprego feminina foi, em média, 1,6 vezes maior do que a masculina.

- Com informação de nove países para 2008, a taxa de desemprego juvenil foi 2,2 vezes maior do que a taxa de desocupação total.

Ou seja, as mulheres e jovens continuam sendo os mais afetados.

O pequeno avanço obtido pelo Brasil na diminuição da taxa de desemprego foi superado pela crise internacional. Ainda que as taxas nacionais não estejam ruins, só em dezembro foram fechados mais de 650 mil postos de trabalho formais!

O Brasil, ocupando a posição que ocupa na economia latino-americana provavelmente contribuirá muito para a concretização das previsões da OIT. E mais do que o desemprego, infelizmente deverão aumentar, do meu ponto de vista, a exploração do trabalho infantil, o trabalho escravo e a desregulamentação. Hoje um comentarista econômico disse: "O Brasil não vai quebrar". Não, mas esperamos que não seja às custas da redução do trabalho decente.

Cartaz contra o trabalho escravo no mundo

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

O custo da Reforma Ortográfica

Apesar da reforma ter sido aprovada internacionalmente em 1991 e sancionada em 2008, só agora os brasileiros começarão a sentir o preço do novo aprendizado na mente e no bolso.

Além de ter que se costumar a escrever 0,5% das palavras de forma diferente, as placas e fachadas terão que ser atualizadas. O prazo é 2012, mas alguns já estão gastando dinheiro agora para a atualização.

O vídeo mostra exemplos práticos das alterações necessárias no comércio e órgãos públicos.

Pelo menos agora não vou mais esquecer que Assembleia e Estreia não têm mais acento, que Ultrassonografia, Seminovos e Autopeças agora se escreve sem hífen.

As próximas providências serão: ter em mãos as novas regras e atualizar o corretor ortográfico. Pelo menos o BrOffice já disponibilizou isso, o que a Microsoft ainda não fez.

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Anúncio de oportunidade



Um bom exemplo de anúncio de oportunidade é o da Leroy Merlin, que pegou carona na posse do presidente dos EUA, Barack Obama.
Realizado pela MPM Propaganda e veiculado nos jornais O Estado de S.Paulo, O Globo e Destak.
Como esse tipo de anúncio passa rápido como um cometa, eis o registro aqui.

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Palestina livre

Esta passagem de ano, ao invés de representar a confraternização dos povos, em busca da paz, será lembrada pelos mais de 400 mortos e 1.700 feridos, 300 deles em estado muito grave na Faixa de Gaza.
Enquanto nós estamos na praia, seja a elite mais confortavelmente instalada em hotéis e pousadas, seja a massa dedicada a um dia de farofa na praia ou churrasco na laje no Brasil, milhões de palestinos estão acuados - não somente os da Faixa de Gaza.



Por um estado único no território palestino, laico e democrático!

(dia 02/01/09)

Hoje, dia 08/01, os mortos chegam a 770 e são mais de 3.100 feridos.
Junto-me ao chamamento:

¡Derecho de todos los refugiados palestinos al retorno!
¡Asamblea Constituyente soberana!
¡Un solo Estado, una sola Palestina
libre, laica y democrática,
que reúna con igualdad de derechos
a los componentes árabe y judío!
¡Parad de inmediato las masacres en Gaza!
¡Detened los bombardeos!
¡No a la intervención terrestre!
¡Levantamiento inmediato del bloqueo!
¡Abajo la ocupación militar!




Ler mais.

Charge da Terrinha

Charge publicada no blog português http://opresidentedaterrinha.blogspot.com/